O movimento Neo-Ateu e a nova perseguição aos cristãos

o-movimento-neo-ateu-e-a-nova-perseguicao-aos-cristaos

stalin_no_religionNos últimos tempos uma nova onda de ataques a Igreja Católica vem ganhando força, impelido pela mídia mundial e a propaganda revolucionária. O movimento neo-ateísta militante vem ganhando muitos adeptos, oriundos da obliteração intelectual promovida pela contracultura e a perda dos valores morais, os neo-ateus militantes empenham-se em uma campanha para desacreditar a população nas religiões, em especial o catolicismo, de maneira a destruí-las.

Utilizando-se dos mesmos métodos revolucionários de séculos, como a distorção da realidade, discurso persuasivo e emocional, deslocamento de fatos históricos do contexto onde estes aconteceram, atenuação de crimes cometidos em nome do ateísmo enquanto exageram ou até mesmo criam fatos fictícios que incriminam seus adversário ideológicos.

Um caso interessante que exemplifica bem isso foi o comentário escrito por Ninjadacapapreta no post Corrigindo a campanha publicitária dos ateus contra a religião:

Perdoar-me-á quem escreveu este artigo, pois não posso não ser agradável com minhas palavras, agora. Sinceramente, a vontade do religioso de se mostrar superior a qualquer um sem religião é exasperante. Ora, seguindo sua comparação, Hitler foi responsável pelo maior assassinato em massa de pessoas; em questões de proporção, o credo dele em Deus levou a tantos mortos quanto qualquer outra benevolência religiosa pode amenizar. Ah, quem lhe dera se fosse só ele: por quase mil anos, católicos torturavam inúmeros infiéis em nome de Deus – os papas eram um dos maiores responsáveis.
Por favor, corrija depois suas comparações. Falar que o Fidel Castro foi alguém “terrível” é um péssimo qüiproquó; esse foi o expoente de nosso século, responsável pela contundência ao capitalismo e a criação de uma sociedade em muitos aspectos melhor que a nossa – a educação, pelo menos, é “superior” (quem diria, Cuba é um Estado Laico, VERDADEIRAMENTE). Além do mais, Fidel evitou a morte e a espoliação de milhares de pessoas; em contrapartida, os Papas que citou só pregaram palavras “bonitas”, que “falavam” em paz e benevolência divina. No final das contas, eles acumulavam rios de capital e empregavam – quando o faziam – políticas de funcionalismo em certos povos pobres… Enfim, nada fizeram se não falar e mantiver a pobreza…
É só o que tenho a dizer. Ah, pensem melhor no que dizem como bom e divino.

Incrível não? Até onde vai a mente invertida de um revolucionário. Os neo-ateus militantes vem dando diariamente provas e mais provas que nada mais são do que uma extensão do movimento revolucionário que visa destruir e desmoralizar a Santa Igreja, como antes deles os protestantes, os iluministas, os maçons, os racionalistas, os existencialistas e toda sorte de perversão intelectual que assolou o mundo nos últimos seis séculos.

Note que no mundo imaginário que o senhor Ninjadacarapreta criou (Que além de disto tudo é um covarde por não ter a dignidade de escrever o próprio nome), os seguintes fatos formam a verdade dos fatos:

1. Religiosos se consideram melhores do que os pobres e oprimidos ateus.

2. Hitler foi o maior assassino em maça que existiu, tendo feito todas as suas atrocidades motivados por sua crença em Deus.

3. A Igreja Católica torturou durante mil anos todos aqueles que ela considerava “infiéis”, inclusive com o endosso dos Papas.

4. Fidel Castro foi o maior expoente de liberdade democrática do século XX. Construtor de uma sociedade em muitos aspectos melhor em que a vivemos (em especial a educação).

5. João Paulo II e São Pio X acumularam rios de capital, por meio de politicas funcionais em certos povos pobres, os quais nada fizeram pra defender a não ser simples discursos para manutenção da pobreza.

Se alguém tem alguma dúvida sobre o tema do artigo, acho que esse comentário retirou qualquer resquício que seja. Pois bem, agora vamos comparar as cinco verdades universais do fantástico mundo de Ninjadacarapreta com o mundo real.

1. Religiosos se consideram melhores do que os pobres e oprimidos ateus:
Vejamos então um pequeno comparativo entre as declarações de expoentes do ateísmo diante de expoentes católicos. Note que o perfil dos autores das frases gozam de grande prestígio e credibilidade em seus respectivos meios, de maneira a tornar a comparação o mais justa possível.

Frases de personalidade ateias ou cientificistas

Frases de personalidades católicas

A inspiração da Bíblia depende da ignorância da pessoa que a lê. (Robert G. Ingersoll)

Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem sentir-se melhor e mais feliz. (Madre Teresa de Calcutá)

Um dogma é a mão dos mortos na garganta dos vivos. (Lemuel K. Washburn)

Ó meu Senhor Jesus, eu estou pronto a seguir-te mesmo no cárcere, mesmo até a morte, a imolar a minha vida por teu amor, porque sacrificaste a tua vida por nós (Santo Antônio)

Rezar é como uma cadeira de balanço – ela vai dar-lhe algo para fazer, mas você não vai chegar a lugar nenhum. (Gypsy Rose Lee)

Quem não pode fazer grandes coisas, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças; certamente não ficará sem recompensa (Santo Antônio)

Veja também

Fé é o esforço para acreditar naquilo que seu bom senso diz que não é verdade. (Elbert Hubbard)

Se vires louvar muito a uma pessoa, alegra-te mais do que se te louvassem a ti. (Santa Teresa de Ávila)

Quando uma pessoa sofre de um delírio, isso se chama insanidade. Quando muitas pessoas sofrem de um delírio, isso se chama religião. (Robert M. Pirsig)

Ou nos afastamos do mal por medo do castigo, estando assim na posição do escravo; ou buscamos o atrativo de recompensa, assemelhando-nos aos mercenários; ou é pelo bem em si e por amor de quem manda que nós obedecemos… e estaremos então na posição de filhos (São Basílio Magno)

A religião católica é uma instrução para mendigar o céu, que seria muito difícil merecer. Padres são os intermediários dessa mendicância. (Arthur Schopenhauer)

Eu sou pequena demais para subir a rude escada da perfeição (Santa Teresinha do Menino Jesus)

A função da fé é lhe permitir acreditar naquilo que sua inteligência rejeita. (Luís Fernando Verissimo)

Posso, apesar de minha pequenez, aspirar à santidade (Santa Teresinha do Menino Jesus)

Assim como temos lanchonetes para quem não quer cozinhar, temos religião para quem não quer pensar. (André Cancian)

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível. (São Francisco de Assis)

A prece ‘não nos deixes cair em tentação’ significa: ‘não nos deixes ver quem somos’. (Arthur Schopenhauer)

Senhor, fazei que eu procure mais consolar do que ser consolado, compreender do que ser compreendido, amar do que ser amado. Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna (São Francisco de Assis)

Pelas frases acima, vemos claramente que os grandes pensadores utilizam frases vangloriosas, pretendendo reduzir as pessoas que tem fé um uma espécie de seres inferiores e de inteligência limitada. Ter fé para essa gente é ser ignorante, burro e estúpido. O que dizer de homens como São Tomás de Aquino, Santo Agostinho, São Roberto Belarmino e tantos outros gênios que a Igreja produziu. Podemos ver que no mundo real, os ateus sim insistem em se vangloriarem como uma “casta superior e iluminada”, muito diferente da realidade existente no fantástico mundo do Ninjadacarapreta.

2. Hitler foi o maior assassino em maça que existiu, tendo feito todas as suas atrocidades motivados por sua crença em Deus.
Uma das coisas mais mentirosas e descaradas é a propensa cristandade de Hitler. Dizer que Hitler foi um religioso por acreditar que Deus criou primeiramente uma “raça ariana”, mito fabricado pela própria propaganda nazista, é o mesmo que acreditar que Mao Tse Tung foi um homem pacífico e amante das coisas elevadas por ter dado à praça principal de Pequim o nome de Praça da Paz Celestial. Vejamos algumas frases do próprio Hitler que demonstram o quão cristão e religioso ele era:

· “O cristianismo é uma religião que defende os fracos e os rebaixados;”

  • “É puramente judaico e oriental em sua origem;”
  • “orça as pessoas a dobrarem suas costas ao som dos sinos das igrejas e a rastejarem até a cruz de um deus estrangeiro;”
  • “Começou 2000 atrás entre os doentes, cansados e desesperados que tinham perdido a crença na vida”
  • “Os dogmas cristãos do perdão dos pecados, ressurreição e salvação são uma total bobagem;”
  • “O cristão de misericórdia é uma idéia antigermânica perigosa;”
  • “O amor cristão é um conceito estúpido porque o amor paralisa os homens;”
  • “A idéia cristã de igualdade protege os indivíduos das raças inferiores, os doentes, os fracos e os paralíticos.”

Hitler criou uma pseudo-igreja não por ser religioso, mas para sua autopromoção. Nela, via-se como um messias. É evidente que isso não tem nada que ver com religiosidade, mas com ambição de poder desenfreada e psicose. Mas no fantástico mundo do Ninjadacarapreta, Hitler ia a missa diariamente e constantemente rezava pela paz mundial.

3. A Igreja Católica torturou durante mil anos todos aqueles que ela considerava “infiéis”, inclusive com o endosso dos Papas.

No fantástico mundo do Ninjadacarapreta, A “malvada e opressora” Igreja Católica foi responsável pela tortura de muitos ditos “infiéis”. Judeus, ortodoxos e ciganos foram sumariamente torturados e executados apenas por professarem outro credo. Esperem um momento… Peço desculpa a todos pelo erro que cometi na interpretação do fantástico mundo do Ninjadacarapreta. No mundo dele, provavelmente esses povos e sua cultura, me desculpe, eu me equivoquei. Tais culturas e povos não existem no mundo fictício dele. Sim, pois foi a Igreja Católica que preservou a cultura e a integridade destes povos durante anos. Até os muçulmanos beberam das graças da tolerância cristã em seu inicio ao permanecerem três séculos perambulando pela cristandade e escravizando europeus desde o século VIII para levá-los a Meca.
No mundo real, a coisa foi bem diferente. A Igreja Católica protegeu as culturas subordinadas a Ela na época. Como exemplo disso, posso citar a bula papal emitida por Gregório X que garantia total proteção aos judeus que viviam na cristandade, provando que o verdadeiro endosso papal foi exatamente para defender as culturas não-cristãs:
“Por mais que não seja permitido aos judeus, em suas assembleias, presunçosamente, assumirem para si mais do que lhes é permitido por lei, ainda assim eles não devem sofrer nenhuma desvantagem nesses [privilégios] que lhes foram garantidos . Embora eles prefiram persistir em sua intransigência a reconhecer a palavra de seus profetas e os mistérios das Escrituras e, dessa maneira, chegarem ao conhecimento da Fé Cristã, e da salvação; contudo, porquanto eles fizeram um apelo à nossa proteção e ajuda, nós, portanto, admitimos tal petição e lhes oferecemos o escudo da nossa proteção pela clemência da piedade Cristã. Agindo de tal forma, nós seguimos os passos de nossos predecessores de abençoada memória, os papas de Roma – Calixto, Eugênio, Alexandre, Clemente, Inocêncio, e Honório.”

4. Fidel Castro foi o maior expoente de liberdade democrática do século XX. Construtor de uma sociedade em muitos aspectos melhor em que a vivemos (em especial a educação).

O paraíso cubano deve ser algo realmente maravilhoso no fantástico mundo do Ninjadacarapreta. Nesse paraíso, os cubanos são talvez um dos povos mais ingrato e da face da terra, pois apenas uma ingratidão absurda explicaria as hordas de fugitivos que saem desta “terra que emana leite e mel” para viver os “horrores do capitalismo” em Miami. Nesse paraíso, provavelmente o povo cubano vive em franca prosperidade, experimentam total e absoluta liberdade de expressão e pensamento, comem carne todos os dias, todos tem carros de última geração, fazem barba com uma lâmina nova todos os dias (Procurem no Google sobre o que significa “Las Lagrimas del Hombre” em Cuba), nunca houve “El Paredon” e também nunca houve uma centena de milhares de civis mortos por esta atrocidade.
No fantástico mundo do Ninjadacarapreta, a educação de Cuba é tão, tão elevada que Os médicos cubanos nunca são rejeitados no Brasil por deficiência acadêmica (mais informações neste link).
Precisamos comparar esta fantasia com a vida real? Acredito que não, pois a desvio com a realidade é tão agudo e tão gritante que seria impossível a simples comparação.

5. João Paulo II e São Pio X acumularam rios de capital, por meio de politicas funcionais em certos povos pobres, os quais nada fizeram pra defender a não ser simples discursos para manutenção da pobreza.

No fantástico mundo do Ninjadacarapreta, a Igreja Católica é uma instituição acumuladora de capital, provavelmente a mais rica do mundo, que além de não passar por nenhuma dificuldade financeira, nunca apresentando nenhum déficit por três anos consecutivos (veja neste link), nega-se a prestar ajuda aos necessitados. Nesse mundo, a AIDS deve ter varrido grande parte da população mundial, visto que 25% dos aidéticos são tratados em instituições mantidas católicas, disponibilizando 117 mil centros de tratamento pelo mundo inteiro (veja neste link). Não só os aidéticos, mas muitos e muitos doentes também teriam perecido, visto que a Igreja Católica possui mais de 117 mil instituições de caridade e assistência médica espalhadas pelo mundo. Não há nada parecido feito por qualquer outra instituição.

Não pensem que o exemplo deste cidadão é isolado. A cada dia, mais e mais neo-ateus militantes insistem em atacar a Igreja, inventando absurdos e mentiras, tentando imputá-la crimes fictícios, destruindo a reputação de seus fiéis, quando na verdade eles os registros de atrocidades, obscurantismo e ignorância são infinitamente superiores dentre os ateus. Basta vermos a maravilha do próprio regime cubano ou chinês.

Basta de mentiras contra a Igreja. É hora de lutarmos também contra a mentira neo-atéia em defesa da verdade e da Igreja. Que Deus abençoe a todos.

Mais para você:

Deixe seu comentário