O movimento Neo-Ateu e a nova perseguição aos cristãos

o-movimento-neo-ateu-e-a-nova-perseguicao-aos-cristaos

stalin_no_religionNos últimos tempos uma nova onda de ataques a Igreja Católica vem ganhando força, impelido pela mídia mundial e a propaganda revolucionária. O movimento neo-ateísta militante vem ganhando muitos adeptos, oriundos da obliteração intelectual promovida pela contracultura e a perda dos valores morais, os neo-ateus militantes empenham-se em uma campanha para desacreditar a população nas religiões, em especial o catolicismo, de maneira a destruí-las.

Utilizando-se dos mesmos métodos revolucionários de séculos, como a distorção da realidade, discurso persuasivo e emocional, deslocamento de fatos históricos do contexto onde estes aconteceram, atenuação de crimes cometidos em nome do ateísmo enquanto exageram ou até mesmo criam fatos fictícios que incriminam seus adversário ideológicos.

Um caso interessante que exemplifica bem isso foi o comentário escrito por Ninjadacapapreta no post Corrigindo a campanha publicitária dos ateus contra a religião:

Veja também

Perdoar-me-á quem escreveu este artigo, pois não posso não ser agradável com minhas palavras, agora. Sinceramente, a vontade do religioso de se mostrar superior a qualquer um sem religião é exasperante. Ora, seguindo sua comparação, Hitler foi responsável pelo maior assassinato em massa de pessoas; em questões de proporção, o credo dele em Deus levou a tantos mortos quanto qualquer outra benevolência religiosa pode amenizar. Ah, quem lhe dera se fosse só ele: por quase mil anos, católicos torturavam inúmeros infiéis em nome de Deus – os papas eram um dos maiores responsáveis.

Por favor, corrija depois suas comparações. Falar que o Fidel Castro foi alguém “terrível” é um péssimo qüiproquó; esse foi o expoente de nosso século, responsável pela contundência ao capitalismo e a criação de uma sociedade em muitos aspectos melhor que a nossa – a educação, pelo menos, é “superior” (quem diria, Cuba é um Estado Laico, VERDADEIRAMENTE). Além do mais, Fidel evitou a morte e a espoliação de milhares de pessoas; em contrapartida, os Papas que citou só pregaram palavras “bonitas”, que “falavam” em paz e benevolência divina. No final das contas, eles acumulavam rios de capital e empregavam – quando o faziam – políticas de funcionalismo em certos povos pobres… Enfim, nada fizeram se não falar e mantiver a pobreza…

É só o que tenho a dizer. Ah, pensem melhor no que dizem como bom e divino.

Incrível não? Até onde vai a mente invertida de um revolucionário. Os neo-ateus militantes vem dando diariamente provas e mais provas que nada mais são do que uma extensão do movimento revolucionário que visa destruir e desmoralizar a Santa Igreja, como antes deles os protestantes, os iluministas, os maçons, os racionalistas, os existencialistas e toda sorte de perversão intelectual que assolou o mundo nos últimos seis séculos.

Note que no mundo imaginário que o senhor Ninjadacarapreta criou (Que além de disto tudo é um covarde por não ter a dignidade de escrever o próprio nome), os seguintes fatos formam a verdade dos fatos:

1. Religiosos se consideram melhores do que os pobres e oprimidos ateus.

2. Hitler foi o maior assassino em maça que existiu, tendo feito todas as suas atrocidades motivados por sua crença em Deus.

3. A Igreja Católica torturou durante mil anos todos aqueles que ela considerava “infiéis”, inclusive com o endosso dos Papas.

4. Fidel Castro foi o maior expoente de liberdade democrática do século XX. Construtor de uma sociedade em muitos aspectos melhor em que a vivemos (em especial a educação).

5. João Paulo II e São Pio X acumularam rios de capital, por meio de politicas funcionais em certos povos pobres, os quais nada fizeram pra defender a não ser simples discursos para manutenção da pobreza.

Se alguém tem alguma dúvida sobre o tema do artigo, acho que esse comentário retirou qualquer resquício que seja. Pois bem, agora vamos comparar as cinco verdades universais do fantástico mundo de Ninjadacarapreta com o mundo real.

1. Religiosos se consideram melhores do que os pobres e oprimidos ateus:

Vejamos então um pequeno comparativo entre as declarações de expoentes do ateísmo diante de expoentes católicos. Note que o perfil dos autores das frases gozam de grande prestígio e credibilidade em seus respectivos meios, de maneira a tornar a comparação o mais justa possível.

Frases de personalidade ateias ou cientificistas

Frases de personalidades católicas

A inspiração da Bíblia depende da ignorância da pessoa que a lê. (Robert G. Ingersoll)

Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem sentir-se melhor e mais feliz. (Madre Teresa de Calcutá)

Um dogma é a mão dos mortos na garganta dos vivos. (Lemuel K. Washburn)

Ó meu Senhor Jesus, eu estou pronto a seguir-te mesmo no cárcere, mesmo até a morte, a imolar a minha vida por teu amor, porque sacrificaste a tua vida por nós (Santo Antônio)

Rezar é como uma cadeira de balanço – ela vai dar-lhe algo para fazer, mas você não vai chegar a lugar nenhum. (Gypsy Rose Lee)

Quem não pode fazer grandes coisas, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças; certamente não ficará sem recompensa (Santo Antônio)

Fé é o esforço para acreditar naquilo que seu bom senso diz que não é verdade. (Elbert Hubbard)

Página 1

Deixe uma resposta