Excesso de ilegais em Itália preocupa Igreja Católica

Só nos últimos quatro dias entraram mais de cinco mil imigrantes ilegais em Itália, a maioria através da ilha de Lampedusa, na região da Sicília. 
 A Igreja Católica italiana mostra-se preocupada com o aumento significativo do número de imigrantes ilegais provenientes do norte de África. O fluxo migratório cresceu nos últimos meses devido aos conflitos em países da África, como Egito, Tunísia e Líbia.

Em entrevista à agência ANSA, o presidente da Conferência Episcopal Italiana diz que são necessárias medidas comunitárias e políticas de cooperação que possam vir a estimular as pessoas a permanecerem nas suas terras.

Angelo Bagnasco afirma que tentar vigiar toda a costa do continente europeu é “uma ilusão” e que a situação só pode ser resolvida através “da destinação de recursos para um esforço de desenvolvimento extraordinário, que não poderá senão colher benefícios em termos de segurança”.

Só nos últimos quatro dias, entraram mais de cinco mil imigrantes ilegais em Itália, a maioria através da ilha de Lampedusa, na região da Sicília.

Veja Também:

Tags:

Deixe seu comentário