Entendendo a Missa e como se preparar para ela

maos_unidasOlá caro leitor. Que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo e o amor da sempre Virgem e Santa Maria, Mãe do Nosso Senhor (Lc. 1,43) Estejam convosco!

Como prometido, damos inicio a nossa série de artigos que detalharão cada parte da celebração do Santo Sacramento Eucarístico para assim permitir que desfrutemos plenamente de cada momento da Santa Missa, colhendo os benefícios que ela nos trás.

Lembro que este artigo é destinado a católicos ou a pessoas que querem conhecer um pouco mais sobre a Liturgia da Igreja Católica, fundada por Cristo sob a Sé(sede ou fundamento) de São Pedro (Mt. 16,18) e fiel depositário de fé para a humanidade. Não tenho o objetivo de abordar aspectos históricos e de certa forma passivos de polêmica. Estarei partindo da premissa que todos que leram esta série de artigos específica tem por desejo melhor praticar sua adoração a Nosso Senhor Jesus Cristo mediante uma melhor compreensão dos ritos que envolvem a celebração da Partilha de Seu Corpo e Seu Sangue de Nosso Senhor e não questionar sua validade ou autenticidade diante de suas convicções pessoais.

Comecemos então com uma pergunta muito simples. Você sabe o que é Missa? Se sua resposta foi não ou mais ou menos, segue uma breve explicação do que este termo significa.

Missa é uma palavra derivada do vocábulo latino “Mitere”, que significa enviar, receber (no sentido de ser designado a algo, receber uma incumbência). O sentido que esta palavra nos traz é exatamente o de ser enviado a uma missão. Jesus, por meio de sua Igreja Visível e Peregrina, nos convida toda Missa a vivermos as doces e maravilhosas experiências que recebemos durante a celebração de seu mistério Pascal e a perpetuar-las em nossa vida cotidiana. Também nos é dada a possibilidade de desfrutar de sua presença física, por meio da Eucaristia, com ele passarmos momentos intimistas e particulares, na crença que nos tornamos ainda mais ligados no Cristo Jesus quando comemos do seu corpo durante a comunhão.

Cabe aqui uma pergunta: Se a palavra Missa significa Enviar, Designar alguém a fazer alguma coisa, então quando efetivamente começa a Missa e como me preparar para receber este envio?

Toda missa começa exatamente onde terminou a última que você assistiu. Toda vez que o Bispo, Padre, ou o Diácono (quando na missa há presença de um) nos diz: “A alegria do Senhor seja a vossa força. Ide em Paz e que o Senhor voz Acompanhe”, Cristo nos pede o compromisso de anunciar com a nossa vida e nosso testemunho a Boa Nova que recebemos dos Céus durante a Celebração Eucarística e a praticar efetivamente o que nos foi ensinado na Celebração até a próxima que viermos a participar. Devemos então viver esta preparação especial durante nosso dia-a-dia, na compreensão de que podemos ser convidados a participar da Celebração Eterna a qualquer momento. Afinal, não sabemos nem a hora e nem o dia que nos encontraremos com Nosso Senhor(Mt. 25,13).

É vital para vida de todo Cristão procurar permanecer o máximo possível em Estado de Graça, ou seja, sem cometer pecados por palavras, pensamentos, atos ou omissões. Sabemos porem que este estado por um tempo prolongado é praticamente impossível, visto nossa tendência natural ao pecado (Rm 3,23). Por tanto, é de suma importância estarmos em comunhão com a Igreja através do Sacramento da Confissão e Penitência, reconciliando-se de nossas faltas, para que assim possamos nos aproximarmos dignamente da mesa do Senhor e tomarmos dignamente Seu Corpo e Seu Sangue no momento da Sagrada Comunhão. Assim, não cairá sobre nós o julgo mencionado por São Paulo em sua primeira carta aos cristãos da cidade de Corinto: “Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor.” (I Cor 11,27).

Feito assim nossa preparação e nossa reconciliação com a Igreja de Cristo durante a semana ou durante o dia, caso você tenha o excelente hábito de assistir a Santa Missa diariamente, Façamos então nossa preparação para irmos a Casa de Deus e participar do seu sacrifício. Esta preparação começa ainda em nossos lares. Quando somos convidados a um casamento, uma festa de aniversário ou algum evento social de certa relevância para nós, uma série de procedimentos de etiquetas são tomados para que possamos ir a este evento. Verificamos os trajes que este evento exige que usemos, procuramos saber quais são as pessoas que estarão lá e qual o intuito comum dos participantes daquele evento, nos preocupamos em com o presente que vamos dar ao anfitrião, como vamos nos portar no local, evitar atraso, etc..

Agora pense um pouco. Se você toma todo esse cuidado para ir numa festa de uma pessoa, que por mais que você a considere ainda é um ser humano sujeito a falhas e a enganos, imagine então quando estamos falando de ir nos encontrarmos com o Deus de todo o Universo, razão e fundamento pelo qual tudo foi criado. É óbvio que precisamos ter total respeito e absoluto zelo com a nossa condição pra este encontro tão especial para nossa vida. Sabemos que Cristo está sempre conosco em Espírito, mas durante a Celebração Eucarística, ele está presente também fisicamente nas espécies do pão e do vinho após a Consagração.

Aqui vão algumas recomendações para melhor se preparar no dia da Missa, pouco antes de sair de casa.

  • Vestimenta: Certifique-se que a vestimenta que irá usar é condizente com o ambiente que você irá. Não é próprio usar roupas que de certa forma exponham o corpo tanto do homem quanto da mulher. Lembre-se que a igreja é um local sagrado, onde você se estará diante do Santo dos Santos, partilhando sua páscoa e vivendo seu sacrifício no momento da Consagração e da Sua comunhão. Blusas decotadas, bermudas, shorts, chinelos e sandálias, saias curtas e vestidos cavados não demonstram o devido respeito a Sagrada Eucaristia e a Liturgia que ali será realizada.
  • Bíblia ou Liturgia Diária: Certifique-se de que está levando sua Bíblia, com os textos das leituras do dia devidamente separados, para que durante a Liturgia da Palavra, você possa acompanhar o que está sendo lido e também auxiliar um irmão próximo que não esteja portando a Sagrada Escritura. É licito e salutar você adquirir um Exemplar de um livro da Liturgia Diária ou Deus Conosco para acompanhar a Santa Missa. Porem, devemos lembrar que a Celebração não é mecânica, ou seja, estas ferramentas nos servem como auxilio para nos localizarmos nos momentos da celebração e acompanharmos as leituras na falta da Nossa Bíblia. De maneira nenhuma devemos substituir a Bíblia por estes artefatos e nem deixar de aproveitar os passos da Missa em função de ficarmos acompanhando mecanicamente o que está acontecendo. Este é um dos maiores motivos pelo qual muitas pessoas não gostam de assistir a missa, pois são “obrigadas” a ficarem lendo o “jornalzinho”. Não devemos cair neste equivoco.
  • Verificar se toda a família ou seus acompanhantes estão prontos para a celebração: Certifique-se que seus filhos, cônjuges, pais, familiares e amigos já estão prontos para irem a igreja. Não deixe para verificar na ultima hora se todos já estão vestidos, com suas leituras destacadas e com a devida confissão em dia.
  • Exame de consciência prévio: É salutar você refletir sobre possíveis atos cometidos que vão em discordância com os mandamentos de Deus e da Igreja. Faça uma reflexão sobre tudo o que você fez desde sua última confissão até aquele momento. Caso você verifique que cometeu um pecado mortal (Transgressão a Vontade de Deus com Intenção, possibilidade e ciência), procure um confessor antes de iniciar a celebração. Algumas Igrejas promovem uma confissão alguns minutos ou horas antes das celebrações. Não espere este momento para se confessar, mas se for necessário, procure o padre e reconcilie-se com Cristo e com a Igreja.
  • Oração para o Anjo da Guarda no momento de sair de casa: Reze para seu anjo da guarda lhe conduza até a igreja e depois de volta a sua casa com segurança e paz para sua família e entes queridos que estiverem lhe acompanhando e para os demais fiéis do mundo que em algum lugar estão indo para alguma celebração. Para quem não lembrar, a Oração para o Santo Anjo da Guarda é a seguinte: “Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, guarda, governa e ilumina. Amém”
  • Indo para a Casa do Pai: Se for a pé, lembre-se de convidar as pessoas a irem a Missa senão naquele domingo, no próximo. Se você for de carro ou tiver a possibilidade de ouvir um player de música, procure escutar Hinos Católicos, de preferência que suscitem o assunto que será abordado naquele domingo. isto ajudará não apenas a você, mas as pessoas que te acompanham a entrar no clima de oração ainda no caminho a Casa de Deus.

Ao chegar ao templo, devemos nos lembrar que acabamos de adentrar um local Santo, onde nosso Senhor Jesus Cristo se dará em sacrifício para a expiação de nossos pecados e do mundo inteiro. É importante que respeitemos algumas condutas de boas maneiras para com a Casa do Senhor. São Elas:

  • Horário de Chegada:É um grande desrespeito e falta de educação com o Nosso Senhor Jesus Cristo chegarmos atrasados na Missa, pois ali está o nosso Salvador para nos receber com alegria e festa. Para evitarmos este constrangimento com o Senhor, procuremos chegar no máximo com 15 minutos de antecedência ao inicio da Celebração. Caso você precise se confessar antes e a Igreja abra esta possibilidade, procure chegar com pelo menos uma hora de antecedência para assim não comprometer o horário das confissões e ainda dar tempo de realizar a penitência estipulada pelo sacerdote.
  • Jejum Eucarístico: O Código de Direito Canônico, em seu cânon 919/1, estabelece a seguinte legislação: “Quem quer que esteja para receber a Sagrada Comunhão deve abster-se por pelo menos uma hora antes da Comunhão de qualquer comida ou bebida, com a única exceção de água e medicamentos”. Note que o texto do CDC diz para se fazer jejum uma hora antes da Comunhão, ou seja, uma hora do momento exato que você irá receber a Sagrada Comunhão. Porem, este tempo pode ser variável de acordo com os eventos a serem realizados durante a celebração, como a homilia, orações e demais acontecimentos litúrgicos previstos para o dia da celebração. Portanto, é recomendável você preservar um jejum de pelo menos uma hora antes do Inicio da Celebração. Assim, você garantirá que no momento de receber o Corpo de Cristo estará em santo jejum.
  • Visita ao Sacrário: Nada mais educado e polido que ao chegar na casa de alguém, você primeiramente cumprimentar o dono desta casa. Portanto, quando chegamos a casa de Deus, devemos cumprimentar-lo. A Fé da Igreja prega a presença real de Cristo na Eucaristia e o local onde as Hóstias Consagradas são armazenadas dentro da igreja é o Sacrário, seja dentro do próprio templo ou na capela do Santíssimo Sacramento. Este local é ainda mais santificado e a nossa presença diante do Sacrário deve ser de profunda reverência e devoção. É ali o melhor lugar possível para que possamos conversar intimamente com Nosso Deus e agradecer por estarmos ali, diante dele, por nossa vida, pela vida de nossos familiares, íntimos e conhecidos e preparar nossa alma profundamente receber-lo dentro em breve.
  • Acomodar-se no templo e aguardar o inicio da celebração:É o momento que devemos escolher nossos lugares, que fique o mais próximo possível do altar para melhor entendermos as palavras do celebrante e aguardarmos o inicio da Celebração EM SILÊNCIO. É comum vermos irmãos e irmãos dentro da igreja conversando alto de diversos assuntos aleatórios que em muito pouco ou nada tem haver com o momento que em breve iremos viver. Devemos respeitar os demais irmãos que estão ali no mesmo intuito de Adorar a Nosso Senhor Jesus Cristo e lembrar que nosso objetivo naquele lugar é um encontro com o Nosso Deus e não com nossos amigos e irmãos. Deixemos as conversas para o pátio da igreja após a Missa.

Seguindo estas recomendações, você estará preparando seu coração para receber Jesus Cristo plenamente e aprender com sua Palavra, levando para si a os frutos colhidos durante toda semana e uma nova missão ao fim da Celebração. Vida renovada e novos desafios serão enfrentados com mais serenidade e confiança em nossa vida, pois estaremos com nossa fé aumentada e em plena comunhão com Nosso Senhor e sua Igreja.

No próximo artigo abordaremos os Ritos Iniciais da Celebração Eucarística. Estaremos descrevendo cada momento litúrgico e assim, poder participar deles com entendimento e alegria.

Até a próxima queridos Irmãos! Paz e Bem sem nunca olhar a quem!

Fontes:

http://stdominic3order.blogspot.com/2007/12/jejum-eucarstico.html

http://catequisarcomamor.blogspot.com/2010/10/santa-missa.html

http://apostoladosagradoscoracoes.angelfire.com/eucasan.html

Veja Também:

Deixe seu comentário