CATÓLICO NÃO PODE SER ESPÍRITA! POR QUÊ?

CATÓLICO NÃO PODE SER ESPÍRITA! POR QUÊ?

Vamos analisar algumas das coisas que existem em comum entre Católicos e espíritas e que podem confundir e levar muitos Católicos a procurarem centros espíritas.

1º Ambos, Católicos e espíritas concordam que o mundo não é só matéria;

2º Que Deus existe, que é eterno, único, onipotente, justo e bom;

3º Que os valores do espírito são superiores aos da matéria;

4º Que temos uma alma de natureza espiritual;

5º Que depois da morte, nossa alma continua viva e consciente;

6º Que a vida depois da morte depende de como a aproveitamos agora no corpo;

7º Que há espíritos perfeitos que vivem com Deus;

8º Que esses espíritos podem nos socorrer e ajudar; (Santos)

9º Que há espíritos maus que podem nos perturbar e prejudicar;

10ºAmbos, Catolicismo e espiritismo, proclamam a extraordinária figura de Jesuse que Jesus insistiu principalmente na Caridade;

11º Que praticando a Caridade podemos também nos salvar.

12º Que devemos fazer o bem e fugir do mal.

Por causa dessas coisas em comum, muitos Católicos, alguns até bem intencionados, começam a freqüentar centros espíritas e com isso, ficam contaminados.

Agora, vejamos por quê os Católicos não podem e não devem freqüentar centros espíritas:

a)No espiritismo existe a prática da evocação dos espíritos, condenada pela Bíblia Sagrada diversas vezes (Por ex: em Deut.18). Essa Prática da evocação dos mortos para deles receber conhecimento é antiga. Chama-se necromância e vem do grego (nebrós = falecido e manteia = adivinhação). No entanto, o espiritismo só começou no século passado.

b)Para todos os Católicos, Ortodoxos e protestantes (crentes), os livros da Bíblia Sagrada são Divinamente inspirados. Isso é dogma. Para os espíritas, não. Os espíritas aceitam só uns dez por cento da Bíblia. O Evangelho deles não é segundo Nosso Senhor Jesus Cristo e, sim, segundo o espiritismo e a seu bel-prazer.

c)Alan Kardec ignora a Santíssima Trindade. Os espíritas não aceitam Jesus como Deus, dizem que é invenção da Igreja. Chegam até a dizer que Jesus não era nem Deus e nem homem.

d)Os espíritas também não aceitam a Doutrina da Redenção e Santificação dos homens, por isso, contestam os meios instituídos por Jesus Cristo para a salvação e santificação. São eles:

1º BATISMO – Jesus manda os Apóstolos irem por todo o mundo, batizar em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Para os espíritas, isso não tem sentido.

2º EUCARISTIA – Na última Ceia, Jesus instituiu a Eucaristia e disse aos Apóstolos que o fizessem em “Minha Memória”, disse Ele. E foi bem claro, quando disse “Isto é o Meu Corpo” e não “isto representa o Meu Corpo. Mas, para os espíritas, o Mistério Pascal não tem nem valor de sacrifício pelos pecados dos homens

e)SACRAMENTOS – Para os espíritas, os Sacramentos não existem, pois o espiritismo não tem culto, nem ritos e nem templos.

f)Dizem, também, que não existem demônios e ridicularizam o inferno. Os Evangelhos citam os demônios em diversas passagens. Até Jesus, que é Deus, foi tentado pelo demônio três vezes.

g)Eles, os espíritas, repudiam os privilégios de Maria, Mãe do Filho de Deus e, por isso, Filha Predileta do Pai e Sacrário do Espírito Santo. Ora, por esses privilégios, Ela supera de muito, todas as outras criaturas celestes e terrestres.

h)Os espíritas não admitem o pecado original e não aceitam o purgatório. Reprovam a Ressurreição da carne e desdenham o Juízo Final. Negam a existência do pecado. Então Deus deu os Dez Mandamentos para que?… Enfim, os espíritas negam todo o Credo Cristão. Por conseguinte, o espírita não é cristão. A única religião cristã, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo e não por homens é a Católica Apostólica Romana, quando ele disse a São Pedro: “Tu és Pedro e sobre esta perda fundarei a Minha Igreja (ou edificarei Minha Igreja) e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Portanto, a primeira Religião Cristã é a Católica; as outras religiões cristãs vieram depois, fundadas por contestadores da Católica. Aí surgiram uma infinidade de seitas. São Pedro foi o Primeiro Papa da Igreja Católica Apostólica Romana. Os Católicos tem unidade por terem um único chefe. Os espíritas não dão nenhum valor a Pedro e seus sucessores, e nem à Igreja. A CNBB(Conselho Nacional dos Bispos do Brasil), em 1955, disse que o espiritismo no Brasil é o desvio doutrinário mais perigoso, pois nega todas as verdades da nossa fé. Não é possível conciliar Catolicismo com espiritismo. O espírita é considerado herege.

Olhe bem o que você é ou deseja ser. Católico ou espírita? Pertencer a duas religiões antagônicas não é possível. Veja bem: Deus proíbe a evocação dos mortos desde o Antigo Testamento. Não confundir evocação com Invocação.Invocação é chamar por Deus, por Nossa Senhora, pelos Santos. Evocação é chamar pelos mortos ou até maus espíritos. E os mortos não vêm e não voltam. Há um abismo intransponível entre o Céu, a Terra e o inferno. Para constatar, leia a Parábola do rico e do Lázaro. Também não confundir reencarnação com Ressurreição. Reencarnação = nascer varias vezes; Ressurreição = ressurgir dos mortos, ressuscitar no Juízo Final com o Corpo Glorioso. O vocábulo reencarnação não aparece nos Evangelhos.

Os espíritas não são admitidos na recepção dos Sacramentos desde 1915. se tomarem a Sagrada Comunhão será Comunhão sacrílega; estarão cometendo a própria condenação.

Para conservarem a aparência de cristãos, os espíritas repetem as palavras de Jesus sobre a Caridade e proclamam o principio de que “fora da caridade não há salvação.” Isto é certo.

A Igreja não condena o espiritismo por causa desse principio. Aliás, a Igreja Católica é a pregoeira máxima da Caridade Cristã.

Há muitas instituições mantidas, dirigidas ou inspiradas pela Igreja que se dedicam à Caridade. Os maiores heróis da Caridade, São Francisco de Assis e Santo Antônio de Pádua, eram super Católicos. O erro dos espíritas não é pregar a Caridade. Mas, veja bem, Jesus que foi o Evangelista da Caridade, também foi o da Fé. Espírita tem Caridade, mas não tem Fé nas verdades do Evangelho. Jesus disse aos Apóstolos: “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura. Aquele que crer e for batizado será salvo, o que não crer será condenado.” Concluindo, a Caridade é necessária, mas a Fé deve existir. Sem Fé é impossível agradar a Deus. Mas só a Fé não basta, pois os Evangelhos dizem que os demônios crêem e tremem, mas não obedecem a Deus.

O verdadeiro Cristão Católico deve ter Fé e Caridade e nunca freqüentar sessões espíritas, nem mesmo por curiosidade, para não se contaminar. Fé é a qualidade de crer além da razão, e Caridade é amor, é obra, é doação.

Para a cura dos nossos males físicos e espirituais, temos Jesus Vivo, Deus Verdadeiro, Presente na Eucaristia. BUSQUEMOS SEMPRE A AJUDA DE MARIA, QUE FOI, E É O SACRÁRIO VIVO DE JESUS E É NOSSA MÃEZINHA, solicita em nos ajudar e é a Onipotência Suplicante junto ao Pai. “Deus que fez tudo, Ele mesmo se fez em Maria.”

“Nas horas de incerteza, vem, ó Mãe, nos ajudar. Que eu sinta confiança na paz do teu olhar.”

Colaboração do amigo Daniel Pereira

Veja Também:

  • Sexo no além? Concepções espíritas: SEXO NO ALÉM? Em síntese: O espiritismo admite que, no além, haja desejos sexuais e até mesmo casamentos heterossexuais. Tal concepção é baseada na tese […]
  • Quando o tiro sai pela culatra Em defesa da fé: QUANDO O TIRO SAI PELA CULATRA... Em síntese: O artigo considera algumas objeções levantadas contra a igreja Católica, mostrando quão inconsistentes […]
  • O Fim dos Tempos Jales - (RV) - O assunto pode parecer sem sentido. Ou inadequado. Ou ao menos inoportuno. Mas não faz mal colocar algumas ponderações, que encontram fácil justificativa no contexto de […]
  • De volta ao Vaticano: Papa conclui Exercícios Espirituais Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco e seus colaboradores da Cúria Romana concluíram nesta sexta-feira os Exercícios Espirituais, que estão sendo realizados na Casa Divino Mestre, […]

Deixe seu comentário