Aniversário Papa Bento XVI: Rainha Elizabeth II envia parabéns a Bento XVI

aniversario-papa-bento-xvi-rainha-elizabeth-ii-envia-parabens-a-bento-xvi

CIDADE DO VATICANO, 15 ABR (ANSA) – A Rainha Elizabeth II, da Inglaterra, enviou uma mensagem de felicitação para o papa Bento XVI por seu aniversário de 84 anos, que ele completa amanhã.
 
“Em ocasião de Seu octogésimo quarto com muito prazer envio o meu sentimento de felicitação e oração a Sua Santidade, recordando com grande afeição a memorável visita de Sua Santidade no Reino Unido”, referindo-se à visita que ocorreu em setembro de 2010.
 
Aquela foi a primeira visita oficial de um Pontífice para o país desde o século XVI, quando o rei Henrique VIII rompeu com o Vaticano e criou a Igreja Anglicana.
 
O jornal vaticano Osservatore Romano também homenageou o Santo Padre ao estampar na capa uma imagem tradicional etíope dos arcanjos que mostram a adulam a cruz de Cristo, com uma manchete escrita em latim: “Por muitos anos, Santo Padre!”.
 
“Em nome de seus leitores e de tantas pessoas em todo o mundo que querem bem ao Papa, que lhe são próximos ou mostram simpatia e interesse por sua pessoa e sua palavra”, “as quais anunciam sem cansaço a convicção alegre que Deus é a luz do mundo”.
 
Na próxima terça-feira, Joseph Ratzinger também completará sete anos no Pontificado. Neste período, dois livros relacionados ao pensamento do papa alemão foram publicados e tiveram grande repercussão entre a mídia e a comunidade católica mundial.
 
Um deles foi o livro “Luce del mondo. Il Papa, la Chiesa e i segni dei tempi” (Luz do mundo. O Papa, a Igreja e os sinais dos tempos, em livre tradução), do jornalista Peter Seewald, baseado em entrevistas com o Pontífice sobre argumentos religiosos e posturas da Igreja Católica.
 
Outro foi o lançamento do segundo volume da obra “Jesus de Nazaré”, que trata sobre a Paixão de Cristo e foi lançado recentemente pela Livraria Editora Vaticana (LEV).
 
Também marcaram seu Pontificado a prescrição de novas leis sobre finanças que pretendem promover a transparência e o alinhamento da Santa Sé ás normas internacionais para o combate às fraudes fiscais.
 
Entre suas iniciativas de destaque estão a beatificação do ex-papa João Paulo II e a organização da Assembleia Especial para o Oriente Médio do Sínodo dos Bispos, ocorrido em outubro do ano passado.
 
Ainda durante o período em que tem estado à frente da Igreja Católica no mundo tornaram-se públicos os casos de acusações de pedofilia por parte de padres e sacerdotes católicos principalmente na Igreja da Irlanda. (ANSA)

Deixe uma resposta