A Grande Cruzada de Amor

a-grande-cruzada-de-amor

“A Grande Cruzada do Amor” (Catalina Rivas)

Jesus o chama, convidando-o a viver…

…aceitando-O como seu Mestre.

Índice de Mensagens:

CA 1. Falemos de amor

CA 2. Sede simples como pombas

CA 3. Diz-me que pelo menos tu queres o Meu amor

CA 4. Participa de toda a Minha vida

CA 5. Se Eu tivesse uma criatura fiel

CA 6. Aquele que Me ama tem a Minha força

CA 7. Procuro almas que Me compreendam

CA 8. Pai: em Tuas Mãos entrego o Meu Espírito

CA 9. Sê humilde e reconhece a tua miséria

CA 10. José, o amor mais santo

CA 11. Fazei todas as coisas que agradam a Meu Pai

CA 12. Vive Comigo

CA 13. Confia em Mim

CA 14. Conhecei melhor o semeador da discórdia

CA 15. Quero fazer-vos semelhantes a Mim, mas se vos cansais…

CA 16. Dentro de pouco tempo estareis limpos

CA 17. A luz brilhará nas trevas

CA 18. Vós fostes chamados à vida do Espírito

CA 19. Tudo o que vem de Mim é bom; deixai-vos conduzir

CA 20. Espalha Minha semente, porque ela dará fruto

CA 21. Minha Esposa: a Igreja

CA 22. A tua missão: aproximar o mundo do Meu Coração Eucarístico e do Coração Imaculado de Minha Mãe

CA 23. Amar é submeter-se

CA 24. Presenteio-te com Minha Cruz

CA 25. Faça-se Tua Vontade

CA 26. Eu quis morrer por ti

CA 27. Sou a Paz em essência

CA 28. Quero que teu pensamento voe para Mim

CA 29. O caminho mais seguro para Deus: a Humildade

CA 30. Por causa das trevas, difundirei a luz

CA 31. Para tornar aceitável a oferta, são essenciais a pureza e a reta intenção

CA 32. Está preparada a Grande Tribulação

CA 33. Semeai fundo as raízes da Verdade, da Fé e da Caridade

CA 34. Em Minha Mãe Imaculada está a Salvação do mundo

CA 35. Entrega-Me a tua vontade pelo amor que Me tens

CA 36. Reconhecei a Minha voz

CA 37. Sofrimento e esperança

CA 38. Resta apenas o refúgio do Coração Imaculado de Minha Mãe e o Meu

CA 39. Os anjos nos guiam

CA 40. Com a Minha ajuda poderás vencer a astúcia das trevas

CA 41. Eu Sou firme em Minha Vontade

CA 42. Não, Eu não durmo

CA 43. Não se faça a Minha vontade, mas a Tua

CA 44. Maria é a excelsa criatura

CA 45. O cume do Amor: a Humildade

CA 46. Eu, e só Eu,… sou o Amor

CA 47. Misericórdia e Justiça

CA 48. Eu sou a Cabeça… vós, Meus membros

CA 49. Venha o Teu Reino

CA 50. A Minha nova cidade constitui a salvação do seu povo

CA 51. Levantar-se-á o filho das trevas

CA 52. Minha hora não tardará em soar… oferecei uma oração contínua

CA 53. Sereis glorificados porque sofreis por Mim

CA 54. Muito poucos podem conhecer Meus sofrimentos

CA 55. Não te alegras por teres aceitado Meu convite?

CA 56. Já não olhes para teu pecado, Eu o apaguei com o banho salutar de Meu Sangue

CA 57. Cuidado com a irreverente prudência

CA 58. Minha Mãe: poucos A estimam verdadeiramente

CA 59. A dor é um dom de Deus

CA 60. Deste País espero grandes coisas

CA 61. A penitência que quero é “interior”

CA 62. A Transfiguração

CA 63. Sinceridade absoluta contra toda mentira

CA 64. Felizes os que ouvem a Minha Voz

CA 65. Era uma vez um homem…

CA 66. As vítimas do Meu Amor têm uma divisa: Imolação

CA 67. Eu sou o Bom Pastor

CA 68. O Meu Vigário: vítima agradável a Meus olhos

CA 69. Amor e justiça

CA 70. Quando tomei o teu coração, dei-te o Meu

CA 71. Diz-Me como é o teu amor por Mim

CA 72. Junto a Jesus; sois prediletos

CA 73. Progredi para a justificação do amor

CA 74. Ofereço-vos o Meu Coração aflito

CA 75. Ontem fui traído; hoje esqueceis-vos de Mim

CA 76. Vós apreciais mais a ajuda do homem que a Minha

CA 77. Estes cadernos, junto com Meu Amor, devem ser teu alimento diário

CA 78. Eu faço as coisas que agradam ao Pai e que muitas vezes não agradam aos homens

CA 79. Quanto uma mãe ama a seu filho!

CA 80. Eu inspiro as obras perfeitas, mas és livre para realizá-las ou não

CA 81. O Meu Reino não está longe

CA 82. Fiz com que tenhais Redenção e nobreza

CA 83. A Bolívia está em Minha Mente e em Meu Coração… Buscai-Me na Eucaristia

CA 84. A salvação está na Eucaristia

CA 85. A paz só se encontra no cumprimento dos Meus mandamentos

CA 86. Propagai entre os sacerdotes a Cruzada de Expiação

CA 87. Trabalhei muito para vos fazer compreender o Meu amor

CA 88. Meu melhor refúgio é o coração do homem

CA 89. O comunismo não morreu

CA 90. Vós chegais a ser gloriosos se vos submergis em Mim

CA 91. Uni-vos a Mim como Eu estou unido a vós

CA 92. Deveis imitar a Pedro

CA 93. Esperai a Minha passagem e segui-Me

CA 94. Sem Mim não podereis fazer nada

CA 95. Quão pouco se estima o estar-se unido a Mim

CA 96. Quase todos os Meus Sacerdotes são doutores…

CA 97. Estou próximo de retornar: manifesto e glorioso

CA 98. Permanece Comigo

CA 99. Quanto mais obstinadamente Me rejeita o homem, mais Me deleito em atraí-lo ao Meu Amor

CA 100. Se Eu falo… Calai as línguas desconfiadas!

CA 101. Chega a hora da libertação

CA 102. Vitória aos homens de boa vontade!

CA 103. É grande a distância entre a vossa maneira e a Minha

CA 104. O homem é verdadeira imagem do Criador

CA 105. Honrai a Minha Mãe no Céu e na terra

CA 106. Já há séculos que o homem Me chama, e sempre com pouco amor

CA 107. Amor e humildade

CA 108. Feliz daquele que se faz um Comigo

CA 109. Eu sou a fonte da essência que procuras

CA 110. Quero que te assemelhes totalmente a Mim

CA 111. Como podeis dizer que Me amais, se não fazeis vossos os Meus sentimentos?

CA 112. De que vale crer… se não se ama?

CA 113. Minha Igreja é amada, por isso ama-a!

CA 114. Não ponhais obstáculos à Sabedoria Divina

CA 115. Como poderíeis estar sozinhos, se todos estais em Mim?

CA 116. O inimigo Me tem roubado muitas almas

CA 117. Não temais as dificuldades…

CA 118. Rezai pelas almas do Purgatório

CA 119. Fazei de vossos filhos verdadeiros filhos de Deus

CA 120. A confiança é fruto do amor e da esperança

CA 121. Segui Meu Amor Divino

CA 122. Trabalhai para Jesus… junto Comigo

CA 123. E a Paz será feita!

CA 124. Nosso ministério não é bem compreendido na terra

CA 125. Busca-Me e Me encontrarás!

CA 126. Longe do barulho do mundo estarás perto de Mim

CA 127. Esse Espírito que a partir de agora permanece contigo

CA 128. Vivei em uníssono o santo Sacrifício do altar

CA 129. Saudai ao Pai Divino com os nomes mais doces

CA 130. Eu vos escolhi

CA 131. Anuncia aos homens: prepara-se um mundo novo!

CA 132. Virei cheio de luz

CA 133. Renovai vossas vidas dia a dia

CA 134. Como amo a quem Me consola!

CA 135. Vinde Comigo desde o Getsêmani

CA 136. És fiel e quero serenidade em ti

CA 137. Como o mundo pode ser perigoso!

CA 138. Pedi o Meu Espírito

CA 139. Retribuí o mal com o bem

CA 140. Quando vos ofenderem e caluniarem, dai graças ao Todo-Poderoso

CA 141. Agora te admiti na Minha Escola

CA 142. Sede santos para que possais ser verdadeiramente Meus Apóstolos

CA 143. Quero estabelecer um Reino novo: preocupa-te em fazer com que Me amem como Eu vos amo!

CA 144. As dores mais cruéis Me vêm das almas religiosas e sacerdotais

CA 145. Meu objetivo é que os Sacerdotes regressem ao Meu Sagrado Coração…

CA 146. Que nada vos distraia nem confunda

CA 147. Apressai-vos em vos converter

CA 148. Entra no Santuário do Meu Coração e permanece nEle

CA 149. Procura o Amor

CA 150. Minha Divina Vontade é que sejais a nova semente

CA 151. Fazei de vossos lares “A Casa Do Rosário Reparador”

CA 152. A Paz do mundo depende da santidade da Igreja

CA 153. Eu sou Aquele que sou… sempre vivo

CA 154. Chama-Me por Meu Nome: chama-Me Jesus!

CA 155. É a hora das trevas do entendimento humano

CA 156. Esperai atentos pelo Meu Regresso

CA 157. Quero te ensinar algo: a forma de Me encontrar em cada instantede tua vida

CA 158. Alegra-te se vês que te ferem, porque então Eu te olho com complacência

CA 159. Não é suficiente jejuar a pão e água

CA 160. Vejo com esperança o retorno de Meus filhos… Não pedirei contas de nada

CA 161. Filhas Minhas: gostaria que visitásseis os templos com a cabeça coberta

CA 162. Segui o rastro de Meu Precioso Sangue

CA 163. Acaso não devo ser o primeiro em vossas vidas?

CA 164. Agora devo ocupar-Me das coisas de Meu Pai que está nos Céus

CA 165. Vós sois Minha Família

CA 166. Jesus abençoa hoje todos os lares

CA 167. Eu te tomei e te uni ao Meu Querer

CA 168. Eu sou Luz e Amor, mas quero que vós também o sejais

CA 169. Tuas dores aumentarão, devo salvar almas religiosas

CA 170. Buscai o alimento espiritual

CA 171. Oferece-te, mesmo que não te peçam

CA 172. Por que querem limitar Meu Direito de Amor por vós?

CA 173. Prepara-se para a Igreja e para as almas, um Reino Novo

CA 174. Reconhecei o que não vem do Céu

CA 175. Falta ordem em vós

CA 176. Com tenacidade, Meu Amor te combateu e venceu

CA 177. Vós não podeis vir a Mim, senão por Ela

CA 178. Fazei reparação…

CA 179. Amai a Meus Sacerdotes!

CA 180. O Papa é a vítima pura pela paz do mundo

CA 181. O amor não está nos livros, e sim, no coração

CA 182. A Grande Cruzada do Amor

CA 183. Tudo o que Eu digo, quero que se saiba

Prólogo

Em 19 de setembro de 1846 o mundo se comove com as Aparições da Santíssima Virgem Maria em La Salette a duas crianças: Mélanie Calvat e Maximino Giraud. As autoridades eclesiásticas reconheceram tais aparições como autênticas em 1851. Poucas pessoas se aprofundaram no conteúdo das mensagens recebidas naquela ocasião. Quem tiver interesse de recorrer a tais fontes, encontrará tópicos de sumo interesse para compreender as ondulações deste século que termina.

Mas La Salette não é o primeiro nem o último. A América Latina conhece as importantes aparições de Guadalupe em 1531 e cem anos mais tarde em Coromoto (Venezuela), ambas aprovadas pela Igreja Católica oficial. O ano de 1830 é testemunho de outro milagre similar na França, onde a Santíssima Virgem Maria pede a Catarina Labouré a feitura de uma medalha que por seus efeitos milagrosos será conhecida como “A Medalha Milagrosa”. As aparições seguintes de Lourdes em 1858 e as de Fátima em 1917 confirmam de maneira patente a extraordinária presença da Santíssima Virgem na cronologia humana. Ela é Mãe de todos os homens e vive junto a eles.

A tibieza com a qual o mundo fez face a estes fenômenos não permitiu ao católico enriquecer-se com as contribuições destas experiências transcendentes. Muitos ignoram as aparições na Bélgica em 1932-33, as de “Tre Fontane” em Roma, em 1946 a Bruno Cornacchiola, as de Jesus a Teresa Musco até 1976 e em cuja casa próxima a Nápoles 24 imagens sangraram; as de Padre Pio de Pietralcina até 1968. Poucos se enriqueceram com a história de Luisa Piccarreta, a “Filha da Vontade Divina” para quem o único alimento foi a Sagrada Hóstia recebida na comunhão e não se levantou da cama durante 64 anos, sem que por isso sofresse qualquer dano na pele, articulações, circulação, etc. Escreveu 36 livros sobre a “Vontade Divina”, fascinantes textos de amor. Que dizer da maravilhosa história de Faustina Kowalska, beatificada por Sua Santidade o Papa João Paulo II há três anos e a quem se deve toda a devoção do “Jesus Misericordioso”. Ela relata os retiros espirituais que fez com Jesus na Polônia, suas visitas diárias, a importância da oração.

Como o católico moderno tem estas experiências e como elas o hão ajudado a atualizar sua vida de fé? Existem tantas oportunidades para reconhecer a “Boa Nova” no mundo, que todos deveríamos já ter mentes nobres e amantes, porque todas estas mensagens são poemas de amor, cantos de unidade e ecumenismo. Mas o homem melhor se move no mundo do conflito, acariciando dificuldades em meio a trevas que o sufocam, angustiado por sua economia, a injustiça, a fome e tantos males que o afligem. Observa-se com surpresa que a mesma dedicação concedida à lamentação do problema, não se oferece à busca de soluções.

Para nós, é mister a “busca do espírito”, a renovação interior, de onde a inspiração principal brote do redescobrimento da transcendência do homem, sua religação com Deus, o lugar que ocupa o ESPÍRITO na vida do homem. São estas as premissas que nos fazem considerar a importância do Amor e da Esperança. Se mais de 85% da população mundial crê em Deus, por que não deixamos que sua Palavra nos guie?

Deus é um Pai amoroso, conhece nossa confusão e ignorância, por isso com grande Amor permite as visitas de sua Mãe à terra. É em Garabandal (Espanha), onde entre 1961-1965 os especialistas assinalam nada menos que 2.500 aparições da Virgem Maria. De maneira incompreensível, têm ressonância somente no coração de poucos e se perde na frieza da maioria, por isso estas aparições são tão ignoradas e discutidas até hoje.

Mas esta Mãe Amorosa “não se cansa”, busca opções diante do Pai, continua suplicando pelos homens… e é a Misericórdia de Deus que volta a nos obsequiar com novas maravilhas: em 1968, em Zeitun (Egito), onde vinte milhões de muçulmanos vêem a Virgem Maria até 1970. Dois anos mais tarde, o Padre Steffano Gobbi recebe mensagens de nossa Mãe, e o Santo Padre, João Paulo II, autoriza-o a viajar pelo mundo fundando o “Movimento Sacerdotal Mariano” que hoje conta com mais de 60.000 sacerdotes, incluindo centenas de bispos.

O Japão também é testemunho de acontecimentos similares: é em Akita que a irmã Agnes Sasagawa afirma ver a Virgem, e uma imagem de madeira representando Maria chora 101 vezes. O bispo local, Mons. Ito, aprova o evento, que será logo confirmado pelo Cardeal Ratzinger em 1990. Em 1976 acontecem várias aparições em Betânia (Venezuela), que o bispo Pío Bello Ricardo reconhece como autênticas e milhares de pessoas vêem pessoalmente a Virgem. Em fevereiro de 1995, na cidade italiana de Civitavecchia (a 70 quilômetros de Roma), outra imagem de Maria sangra 15 vezes, afirma como testemunho do fato o mesmo bispo local, Mons. Grillo. O Prof. Angelo Fiori, investigador do Departamento de Genética da Universidade Católica de Roma, confirma que as mostras de sangue estudadas correspondem ao gênero humano. Em 2 de fevereiro de 1997, segundo aniversário do fenômeno, Mons. Grillo preside as celebrações deste fato extraordinário e inicia uma campanha para a construção de uma Basílica para comemorar um evento que o Padre René Laurentin, assessor teológico do bispo Grillo, em seu relato final, qualifica com a hipótese de “origem sobrenatural”.

Outro fato incomum começa em 9 de março de 1995 na cidade boliviana de Cochabamba, onde o busto de um Cristo de gesso sangra mais de 200 vezes. As pesquisas realizadas pela equipe do “Grupo Internacional para a Paz”, demonstram, por análises em dois laboratórios nacionais, um nos Estados Unidos, e outro na Austrália, que o sangue é humano, com um precioso e surpreendente elemento novo: a análise de uma das amostras de sangue, extraída da fronte do Cristo, “contém a ponta de um espinho”, similar à ponta de um espinho de tamareira, planta típica de país árido. Ao receber o relatório científico, o Arcebispo local, Mons. René Fernández, autoriza a veneração da imagem. No dia 9 de março de 1997, segundo aniversário do maravilhoso acontecimento, preside as celebrações na Catedral da cidade junto com religiosos e uma multidão de fiéis. Os frutos são bons e se traduzem em conversões e mudança de vida. As comunhões das primeiras sextas-feiras na Paróquia de S. Pedro chegaram, em certas ocasiões, a 10.000, algo nunca visto antes.

Mas a expressão mundial de maior ressonância teve início em 24 de junho de 1981 em Medjugorje (ex-Iugoslávia), onde seis jovens afirmam ver a Virgem. Logo se cumprirão os 16 anos destas aparições e o fenômeno se repete diariamente. Mais de 23 milhões de pessoas visitaram o local e os “frutos são bons”… milhões de convertidos: vivem o perdão, redescobrem a oração, os sacramentos, a Eucaristia… vê-se um entusiasmado renascer da fé cristã. A Igreja Católica não aprovou oficialmente estas aparições, e como se poderá compreender, ao redor destes fenômenos nascem atitudes de aceitação, rejeição ou indiferença, mas Sua Santidade João Paulo II disse no dia 2 de abril de 1986 a Iván Dugandzic de Medjugorje: “Diga sem medo a todos que o Papa todo dia reza pelo êxito deste assunto…” E o Padre Laurentin explica em 1995 que quando os bispos da ex-Iugoslávia convidaram o Papa a visitar esse país, Sua Santidade replicou: “Eu pensei que me convidariam para ir a Medjugorje”.

A África, Ásia, Europa, Oceania, as Américas, isto é, o mundo inteiro vivem experiências extraordinárias que jamais haviam visto anteriormente. As evidências são tantas que formam um eloqüente sol que o dedo do cético já não pode ocultar. A linguagem é universalmente a mesma: “Colocai Deus no centro de vossas vidas, Ele existe, mas vós vos esquecestes dEle: convertei-vos, confessai-vos, comungai, fazei jejuns, orai, vivei o amor, ajudai o próximo, segui as pegadas de Jesus… Eu, vossa Mãe, vo-lo peço…”

Sim, é a voz do céu que acaricia a terra com terno amor. A ciência humana se uniu na tarefa de investigação que explique estas experiências místicas. O resultado confirma a autenticidade de muitas delas, como é o caso de Akita, Betânia, Civitavecchia, Cochabamba, onde as autoridades locais da Igreja emitiram conclusões positivas a respeito. Em outros países do globo, centenas de estudos ainda estão em curso: Está aparecendo a Mãe de Deus com Seu Filho? Que fato é este? É outra resposta de Amor de Deus. Uma tentativa a mais para abrandar e enternecer o coração endurecido dos homens. E já não são fatos isolados, Maria vive na terra com seu Filho… todos os dias procuram opções, pronunciam aos ouvidos palavras de amor e misericórdia convidando à conversão; muitos escutam, outros não. Na Bolívia também se escuta este sussurro, desta vez na cidade de Cochabamba, onde uma “humilde serva de Deus” de nome Catalina, recebe os estigmas de Jesus. Os ferimentos são eloqüentes, autênticos, a ciência não tem explicação para eles. Aparecem na quinta-feira à noite, manifestam-se na sexta-feira com grandes dores, e desaparecem no sábado. As autoridades da Igreja já as viram, e também religiosos, sacerdotes e numerosos leigos. Assim como em outros lugares do mundo, são uma prova visível da presença de Jesus. Mas isso não é tudo; Catalina recebe mensagens de Jesus para a Bolívia, expressa neles seu amor por nossa Pátria e pelo mundo, busca o apoio de seus filhos para irradiar sobre as nações um grande movimento que chamou de “A Grande Cruzada do Amor”.

O texto todo que você tem diante de si… são Suas Palavras, ditadas a Catalina, a boliviana que fala com Deus, a mulher que se ofereceu a Ele como alma vítima, com o profundo desejo de seguir seus passos, aquela que generosamente entregou sua vida para o bem de todos os homens. Suas experiências são autênticas, na opinião de especialistas, embora este critério não pretenda adiantar-se ao juízo oficial das autoridades da Igreja, ao qual nos submetemos incondicionalmente. Nossa opinião pretende, exclusivamente, ajudar a compreensão de uma experiência de amor que, nesta oportunidade, Deus com toda bondade quis manifestar em uma terra inocente e bela que tem sede de amor…

Nada melhor do que esta sede ser saciada com o Amor de quem nos trouxe o Amor dos Amores: Jesus e Maria.

Seu amor e sua misericórdia são para você e para aqueles a quem entregar estas mensagens.

Veja Também:

  • Angelus do Papa: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! ANGELUS DO PAPA BENTO XVI Amarás o teu próximo como a ti mesmo! 04.09.2011 - Castel Gandolfo - O Santo Padre presidiu […]
  • O Fim dos Tempos Jales - (RV) - O assunto pode parecer sem sentido. Ou inadequado. Ou ao menos inoportuno. Mas não faz mal colocar algumas ponderações, que encontram fácil justificativa no contexto de […]
  • Oração do Perdão   Pai Celestial, inflama em mim e em minha família o fogo do Amor Divino. Conduze-nos a uma união mais profunda com o Senhor através do perdão. Abre nossos olhos e dá-nos uma nova […]
  • Reflexão para o dia 2 de abril de 2014 (Áudio) Cidade do Vaticano (RV) - A canonização do Pe. José de Anchieta nos leva ao encontro com Deus para um momento de oração e de reflexão do qual emerge a pergunta: o que significa - […]

Deixe seu comentário